Home / Lucas Grecco / Cabo Jefferson Moraes recebe Diploma de Honra ao Mérito (com vídeo)

Cabo Jefferson Moraes recebe Diploma de Honra ao Mérito (com vídeo)

 

O policial Jefferson Moraes da Silva Rego recebeu o Diploma de Honra ao Mérito em Sessão Solene realizada no Plenário da Câmara Municipal na noite de sexta-feira (12). O evento lotou a Casa de Leis, com convidados distribuídos entre o Plenário e o Plenarinho, e contou com duas apresentações do coral da Igreja Assembleia de Deus, da qual Moraes faz parte.

O autor da propositura que concedeu a honraria foi o vereador Lucas Grecco (PSB), que conhece o homenageado desde a adolescência, por meio da igreja. O parlamentar destacou o apoio da família do policial e se mostrou muito contente por ter participado da sua formação espiritual. “É muito bom ver como Jefferson e sua família deram bons frutos. Ele é mais que merecedor dessa homenagem, e já era hora de ser reconhecido publicamente pelo seu trabalho”, acrescentou.

Ao cumprimentar o homenageado, o presidente da Câmara Municipal, Tenente Santana (MDB), brincou: “O Cabo Moraes era tão querido na Polícia Rodoviária que, mal saiu sua transferência, já foi convidado a retornar. Vai ficar uma disputa entre comandantes”. Ele acrescentou que “os policiais evangélicos são dedicados e sempre levam uma palavra e conforto mesmo em uma ocorrência. São pessoas diferenciadas, comprometidas com Deus, por isso são bons profissionais, como é o caso do nosso homenageado, uma pessoa dedicada na Polícia Militar e na igreja”.

O prefeito Edinho Silva (PT) lembrou que “a coisa mais difícil neste mundo é conquistar o respeito de quem nos conhece. É fácil sermos respeitados pelas pessoas que não estão no nosso dia a dia, porque de longe não temos defeitos, somos seres humanos completos. De perto, tudo é muito mais difícil, porque temos imperfeições e lutamos todos os dias para nos tornarmos pessoas melhores. Certamente, o respeito que Jefferson angariou ao longo de sua vida é porque de perto é um ser humano diferenciado”.

O comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), Tenente coronel Adalberto José Ferreira, destacou que “toda vez que se homenageia um policial militar, se está homenageando toda a corporação. É a única profissão que tem o juramento de defender a todos, independentemente da pessoa, mesmo que seja necessário o sacrifício da própria vida”. Ele contou que a Polícia Militar tem o projeto de reorganizar a fanfarra “Dragões da Independência Olavo Felipe” com a Prefeitura, e escalou o homenageado – que já participa da orquestra da igreja e da banda da PM – para compor o grupo.

Representando a Igreja Assembleia de Deus – Ministério do Belém, o Pastor Alberto Leal, que acompanha o trabalho de Moraes na igreja, observou que “em todos os setores por onde passa, ele se destaca. Essa homenagem é merecida. Muita gente até hostiliza a polícia, mas se esquece de quem, como Jefferson, veste a farda e faz o seu trabalho, prestando ajuda à sociedade”. E questionou: “Quem, na iminência de um perigo, não olha em volta, procurando uma viatura policial para se amparar e ter a devida segurança?”.

Finalmente, Cabo Moraes agradeceu pela honraria e pela presença de todos. “Foi uma surpresa fora de série, fruto de um bom relacionamento na igreja e na vida profissional. Minha entrada na polícia foi fruto de muita oração, dois meses de oração todos os dias. Éramos eu e meu irmão orando, e Deus nos honrou. Depois, através de nós, muitos irmãos da igreja entraram para a Polícia. Quando Deus quer te abençoar, ele vai olhar para você e te abençoar.”

 

O homenageado

 Jefferson Moraes da Silva Rego nasceu em Nova Iguaçu (RJ). Aos 9 anos de idade, mudou-se para Araraquara com os pais e os três irmãos, quando seu pai foi transferido no emprego. Formou-se em Direito na Uniara. Aos 22 anos, decidiu ser policial e passou em um processo seletivo para a região de Ribeirão Preto (SP), ingressando na Escola de Formação da Polícia Militar. Após a conclusão do curso, foi destacado para o trabalho no 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária em Araraquara, onde permaneceu por 15 anos e dez meses. Em 2019, foi transferido para a sua unidade de formação, o 13º BPM/I, também em Araraquara, onde foi convidado para integrar a Banda Policial.

Em todos esses anos, o Cabo Moraes, como é chamado na corporação, esteve empenhado no atendimento à população, prevenindo acidentes de trânsito e ilícitos criminais e buscando soluções em prol do bem-estar dos munícipes.

Em 2004, casou-se com Patrícia, com quem tem uma filha, Rebeca. Evangélico, tem na fé o seu alicerce. Frequenta a Assembleia de Deus com a família e participa da orquestra da igreja desde a adolescência.

 

Confira as fotos aqui

Compartilhe

Leave a Reply