Últimas
Home / Memorial da Câmara Municipal / Instalação e Legislatura / 3ª Legislatura / Histórico dos eleitos para a 3ª Legislatura (1956-1960)

Histórico dos eleitos para a 3ª Legislatura (1956-1960)


IMAGEM DESTACADA - waldemar de santi, alvaro waldemar colino, flavio ferraz de carvalho, joao vergara gonzales, jose galli

 

Foto: Waldemar De Santi, Álvaro Waldemar Colino, Flávio Ferraz de Carvalho, João Vergara Gonzales e José Galli.

 

Prefeito: Rômulo Lupo

Presidente da Câmara Municipal de 1956 a 1957 e em 1959: Pedro Marão

Presidente da Câmara Municipal em 1958: Mario Ananias

Presidente da Câmara Municipal em 1960: José Galli

 

  • CANDIDATOS ELEITOS

 

ÁLVARO WALDEMAR COLINO

Viajante comercial, advogado e contador.

Eleito vereador nas 3ª, 4ª e 5ª legislaturas.

Suplente convocado nas 6ª e 7ª legislaturas.

Na 6ª Legislatura teve oportunidade de exercer o mandato, tendo tomado posse em 10/09/1970. Em 04/09/1972, tomou posse em caráter efetivo na vaga aberta em virtude da renúncia do vereador Jobal Amaral Velosa.

Na 7ª Legislatura tomou posse em 10/09/1973, substituindo vereador licenciado da mesma legenda. Em 19/05/1975, efetivou-se no mandato em virtude da renúncia do vereador da mesma legenda Aldo Comito.

Foi presidente da Câmara em 1965 e 1968.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Em 1963 participou de CE formada para redigir um requerimento de apoio ao presidente Kennedy dos EUA por sua corajosa atitude para solução da questão racial naquele país. [Em 1963 Kennedy viu-se em meio ao ápice da questão racial nos EUA quando uma tragédia atingiu o país: uma igreja conhecida por receber militantes da causa negra foi bombardeada por membros da Ku Klux Klan causando a morte de quatro meninas. O presidente apresentou naquele ano um projeto de lei contra a discriminação racial e em prol dos direitos civis. Kennedy não assistiu à aprovação do projeto que aconteceu após a sua morte, mas a iniciativa tornou-se um dos seus maiores legados.]

Foi homenageado denominando um CER do município.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 4558 de 23/11/1981.

 

ANTHERO RODRIGUES DA SILVA JUNIOR

Ver 1ª legislatura.

 

ANTONIO SARAIVA

Motorista profissional.

Vereador apenas na 3ª legislatura.

Participou das seguintes Comissões Permanentes:

  • Agricultura, Comércio e Indústria.
  • Saúde Pública, Educação e Assistência Social.
  • Obras e Serviços Públicos.

 

 

ARMANDO BIAGIONI

Ver 1ª legislatura.

 

DENISAR ALVES

Professor e locutor de rádio.

Eleito vereador na 3ª legislatura e suplente convocado na 4ª legislatura.

Foi 1º secretário da Câmara em 1958.

Começou a carreira de radialista aos 19 anos na Rádio Tietê, na cidade de Tietê, em São Paulo. Lá desempenhava diversas funções. Trabalhou em diversas outras rádios e um dos seus mais importantes trabalhos foi cobertura da Copa do Mundo de 1950 pela Rádio Panamericana. Ao chegar em Araraquara, trabalhou na Rádio Voz da Araraquarense, atual Morada do Sol, da qual foi também gerente. Posteriormente trabalhou na Rádio PRD4, prefixo que determinada a Rádio Cultura de Araraquara, pela qual além de matérias esportivas, fazia também reportagens sobre política, polícia, cultura e variedades, ficando conhecido pelo programa intitulado “A opinião de Denisar Alves – doa a quem doer”. Aos domingos de manhã apresentava o famoso programa “Carrossel infantil” sob a batuta do mestre (e também ex-vereador) Joffre Rodrigues David. Foi também colaborador do jornal O Imparcial.

Foi homenageado com o título de “Cidadão Araraquarense” através do Decreto Legislativo nº 817 de 09/04/2013.

Reportagem feita pela TVAra sobre Denisar Alves: http://www.youtube.com/watch?v=k7iZnVsI0-Y

 

EUCLIDES TOLOI

Contador.

Vereador apenas na 3ª legislatura.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 5223 de 19/04/1985.

 

FLÁVIO FERRAZ DE CARVALHO

Advogado e fazendeiro.

Eleito vereador nas 3ª, 4ª, 5ª, 11ª e 12ª legislaturas.

Candidato a prefeito na 6ª legislatura.

Candidato a vice-prefeito na 7ª legislatura (candidato a prefeito: Rômulo Lupo).

Foi Presidente da Câmara em 1966 e 2000, vice-presidente em 1997 e 2º secretário em 1999.

Em 1955, quando foi eleito vereador pela primeira vez para a 3ª Legislatura, tinha apenas 19 anos, tornando-se, na época, o vereador mais jovem eleito no Brasil. Para assumir o cargo, teve que aguardar resolução a respeito. Sua investidura foi aprovada e o caso inédito ganhou grande repercussão.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Em 1963 participou de uma CE para entrar em entendimentos com a Associação Brasileira de Educadores Lassalistas, a fim de obter informações a respeito do Colégio que se pretendia construir nesta cidade.

Em 1963 participou de uma CE para entrar em entendimentos com a Diretoria do Clube Araraquarense, no sentido de ser estudada a possibilidade de permuta de imóveis entre aquela entidade e o Município.

Em 1964 foi designado como gestor junto ao Instituto Toledo de Ensino de Bauru, para tratar da possibilidade da instalação de uma Faculdade de Direito em Araraquara.

Em 1965 participou de uma CE para apurar junto às autoridades competentes, os motivos da suspensão das obras de construção do Hospital de Psicopatias de Araraquara.

Em 1967 participou de uma CE para estudar junto à empresa Medina & Cia. Ltda., a possibilidade de fazer com que o Grêmio Recreativo 27 de Outubro permanecesse no prédio em que se encontrava até o carnaval de 1968.

Em 1993 participou de uma CE juntamente com Líderes Partidários, Representantes Partidários e Funcionários da Câmara Municipal, para apresentar um plano de carreira, destinado aos funcionários do legislativo.

Em 1993 foi indicado para representar a Câmara Municipal no Conselho Permanente para Indústria e Comércio do Município de Araraquara.

Em 1993 foi indicado para compor a Comissão Verificadora e Avaliadora da Operacionalização e Manutenção do Terminal Rodoviário Intermunicipal e Interestadual de Passageiros de Araraquara, desligando-se da mesma em 1994.

Em 1997 participou de CE destinada a discutir, estudar e encontrar solução para a publicação de guia ou mapa do Município.

Em 1997 foi Indicado para compor o Conselho da Fundação de Amparo ao Esporte do Município de Araraquara – FUNDESPORT.

Destacou-se como cartorário e na área do Direito Penal. Fez parte da banca examinadora da OAB durante muitos anos e tornou-se um dos maiores advogados criminalistas de Araraquara e do Estado de São Paulo, bem como dos estados de Mato Grosso e Goiás.

Auxiliou o Estrela Futebol Clube ao conseguir a doação do terreno da Praça do Esportista, o muro divisório e os portões (transferidos da antiga cadeia localizada na Rua 4).

Também foi de sua autoria a Lei que cedeu o terreno onde está situado o Campo do Benfica, no Bairro Quitandinha.

Foi homenageado denominando o Ginásio de Esportes localizado na Escola Municipal de Ensino Fundamental “RAFAEL DE MEDINA” através da Lei Municipal nº 6034 de 20/08/2003.

 

HERMÍNIO PAGOTTO

Ver 2ª legislatura.

 

JOÃO PERONI

Funcionário público.

Foi eleito vereador na 3ª legislatura e suplente convocado na 4ª legislatura.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 3936 de 11/10/1977.

 

JOÃO VERNIER DE OLIVEIRA

Ver 1ª legislatura.

 

JOSÉ GALLI

Funcionário público municipal.

Foi eleito vereador nas 3ª, 4ª e 5ª legislaturas.

Foi Presidente da Câmara nos anos 1960 e 1963.

Foi vereador também na cidade de Américo Brasiliense.

Em 1964 foi candidato a prefeito em Américo Brasiliense. Em 1921 havia composto a primeira equipe do time de futebol Americano daquela cidade.

Em 1965 fez parte de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) que representou a Câmara Municipal no X Congresso Estadual de Municípios na cidade de Santos.

Em 1966 fez parte de uma CE que estudaria e procuraria solucionar o problema da instalação de taxímetros em carros de aluguel.

Foi homenageado com o título de “Cidadão Araraquarense” através do Decreto Legislativo nº 43 de 27/06/1972.

Foi homenageado denominando via pública do município através da Lei Municipal nº 3669 de 06/12/1989.

 

MÁRIO ANANIAS

Ver 1ª legislatura.

 

MÁRIO BARBUGLI

Ver 1ª legislatura.

 

MIGUEL TEDDE NETTO

Ver 1ª legislatura.

 

OCTÁVIO DE ARRUDA CAMARGO

Ver 1ª legislatura.

 

PEDRO MARÃO

Ver 1ª legislatura.

 

RAJA CURY

Foi eleito vereador apenas na 3ª legislatura.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 5445 de 04/06/1986.

 

RENATO CORREIA ROCHA

Ver 2ª legislatura.

 

WALDEMAR DE SANTI

Comerciante e advogado.

Foi eleito vereador nas 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª legislaturas.

Foi eleito prefeito nas 8ª, 10ª e 12ª legislaturas.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Em 1963 foi membro de uma CE que pretendia trazer para a cidade um Colégio Lassalista.

Em 1963 participou de uma CE que pretendia estudar a melhoria do Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência (SAMDU) no município.

Em 1964 foi membro de uma CE que investigou se os colégio de Araraquara estavam cumprindo o decreto federal que determinava o congelamento das taxas e anuidade escolares.

Em 1964 foi presidente de uma CE que estudou e apresentou planos definitivos que pretendiam solucionar e legalizar o problema da televisão  no município.

Em 1966 fez parte de uma CE que estudaria e procuraria solucionar o problema da instalação de taxímetros em carros de aluguel.

Em 1967 fez parte de uma CE para estudar junto à empresa Medina & Cia. Ltda. a possibilidade de fazer com que o Grêmio Recreativo 27 de Outubro permanecesse no prédio em que se encontra, até o carnaval de 1968.

Em 1973 fez parte do Conselho Permanente para Indústria – C.P.I.

Em 1975 foi presidente de uma CE para esclarecer a população sobre a redistribuição da rede física escolar nesta cidade.

 

  • SUPLENTES CONVOCADOS

 

ANTONIO VASCONCELLOS

Engenheiro.

Tomou posse em 05/01/1956

Renunciou em 1959.

 

CLÓVIS VAN DICK

(Capilé)

Aposentou-se como funcionário da Companhia Paulista de Força e Luz.

Foi técnico da Ferroviária e conduziu o time à Divisão Especial da Federação Paulista de Futebol.

Foi suplente convocado nas 3ª e 4ª legislaturas.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Em 1963 foi membro de uma CE que pretendia trazer para a cidade um Colégio Lassalista.

Foi homenageado denominando via pública do município através da Lei Municipal nº 4097 de 03/12/1992.

 

DERMEVAL SIMÕES

Advogado.

Foi suplente convocado nas 3ª e 4ª legislaturas.

 

DORIVAL ADORNA

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

Tomou posse em 06/05/1957.

 

ISIDORO BITTIO NETTO

Farmacêutico.

Foi vice-presidente do Hospital Psiquiátrico Caibar Schutel em 1969. Atuou por 20 anos como membro do conselho da AFE. Fundador e Diretor do Centro Acadêmico Valter Medeiros Mauro da Faculdade de Direito de Araraquara em 1974. Foi prefeito da Cidade de Santa Lúcia por 5 anos (1965).

Foi homenageado denominando via pública do município através da Lei Municipal nº 5158 de 11/03/1999.

 

IVO MARTINEZ PEREZ

Ver 2ª legislatura.

 

JOÃO VERGARA GONZALEZ

Ferroviário.

Foi suplente convocado na 3ª legislatura e eleito vereador na 5ª legislatura.

Foi presidente da Câmara em 1964.

Em 1964 foi presidente de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para estudar junto ao Interventor da Delegacia Regional da SUNAB a situação do tabelamento de preços e fiscalização em Araraquara.

Em 1966 participou de uma CE para tratar junto ao Prefeito Municipal o cumprimento da Lei Municipal nº 1291/63 que autorizou a Prefeitura a firmar convênio com o Sanatório “Américo Bairral” de Itapira.

Em 1967 foi presidente de uma CE com a finalidade de receber sugestões dos vereadores para a reforma das Normas Urbanísticas do Município de Araraquara e elaborar o necessário projeto de lei, consubstanciando essa reforma.

Em 1967 fez parte de uma CE para estudar junto à empresa Medina & Cia. Ltda. a possibilidade de fazer com que o Grêmio Recreativo 27 de Outubro permanecesse no prédio em que se encontrava, até o carnaval de 1968.

Em 1967 foi presidente de uma CE para estudar a possibilidade de instalação da Faculdade de Ciências Econômicas em Araraquara.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 4459 de 05/06/1981.

 

JOFFRE RODRIGUES DAVID

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

Foi Diretor Artístico da Rádio Cultura Araraquara, da qual foi funcionário por 52 anos. Era diplomado em língua e literatura francesa pela Aliança Francesa de Araraquara, em língua e literatura italiana pelo Instituto Cultural Ítalo-Brasileiro e em literatura portuguesa pelo Instituto Polyglótico Rio Branco. Frequentou também o curso de inglês no Instituto Brasil-Estados Unidos. Foi professor de francês, secretário e diretor da Aliança Francesa de Araraquara. Ministrou aulas de francês para engenheiros da Estrada de Ferro de Araraquara e da FEPASA de Rio Claro, assim como na Escola de Comércio de Araraquara. Foi membro da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais e fundador do “Artistas Unidos de Araraquara”, teatro montado no atual prédio do Clube 27 de Outubro, evidenciando e trazendo para o município célebres artistas. O espaço promovia espetáculos de música clássica, ópera, balé e teatro. Foi crítico de arte e música lírica, das quais era profundo conhecedor, e também de espetáculos, sendo requisitados por conservatórios e grupos teatrais da cidade. Foi também colaborador da Biblioteca Municipal Mário de Andrade escrevendo artigos e críticas literárias. Era orador e atuou como tal em diversas solenidades públicas e cívicas. Foi membro do corpo de jurados do primeiro Festival da Canção de Araraquara. Foi ator do TECA – teatro experimental de Comédia de Araraquara. Criador dos programas “Música – Maravilha Universal” e “Dos homens, das coisas, do mundo”, ambos na rádio Cultura. Organizador de um dos maiores arquivos da região. Fundador e ator do Conjunto Dramático Araraquara que representou inúmeras peças brasileiras e outras clássicas no antigo Teatro Municipal de Araraquara. Dirigiu e representou várias peças no Auditório da Rádio Tupi de São Paulo. Foi membro da Associação Cristã de Moços em São Paulo. Após a sua morte, seus acervos literário e musical foram doados por seus filhos à Biblioteca Mário de Andrade.

Foi homenageado denominando via pública do município através da Lei Municipal nº 5157 de 11/03/1999.

 

JOSÉ ARAUJO CUNHA

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

Tomou posse em 13/05/1957.

 

JURANDYR GONÇALVES FERREIRA

Ver 1ª legislatura.

 

LEONARDO CROCCI FILHO

Cirurgião dentista.

Foi suplente convocado nas 3ª e 4ª legislaturas e eleito vereador nas 5ª e 6ª legislaturas.

Foi 2º secretário da Mesa Diretora em 1967 e 1970.

Em 1969 participou de uma CE que representou a Câmara Municipal de Araraquara no XIII Congresso dos Municípios do Estado de São Paulo, realizado na cidade de Campos do Jordão.

 

MÁRIO PARISI

Foi suplente convocado na 3ª legislatura e eleito vereador na 4ª legislatura.

Foi 1º secretário da Mesa Diretora em 1961.

Em 1962 participou de uma Comissão Especial de Vereadores (CE) para entrevistar-se com a direção da Companhia Cervejaria Antártica, convidando-a a instalar uma fábrica de seus produtos neste Município.

Em 1963 participou de uma CE para tratar da formação de classes especiais nos grupos escolares deste Município.

 

OLINDA OTHON MONTANARI

Foi suplente convocada apenas na 3ª legislatura.

Tomou posse em 08/09/1956.

Primeira mulher a exercer a vereança no município.

Participou da fundação, no início dos anos 50, de uma Associação Feminina no município, criada com o objetivo de organizar as mulheres em busca dos seus direitos, além de oferecer cursos que contribuíssem com a melhoria de vida das donas de casa. Sua participação na Campanha Contra a Carestia foi um marco dos primeiros tempos da sua atuação esquerdista. Ainda nos anos 50, participou da fundação do Núcleo Nacionalista que conduziu em Araraquara o movimento “O Petróleo é Nosso”.

Quando candidata à vereadora, teve sua postulação impugnada três vezes.

No final dos anos 70, participou da organização, em Araraquara, do Movimento Feminino pela Anistia Ampla, Geral e Irrestrita. Com a conquista da anistia e a volta dos exilados políticos, este Movimento transformou-se no Núcleo pelos Direitos Humanos, que realizou em 08 de março de 1981 o Primeiro Encontro da Mulher em Araraquara, uma homenagem às operárias de Nova York mortas queimadas em 08 de março de 1908.

Participou da Fundação do PMDB em Araraquara e engajou-se no movimento pelas “Diretas Já”.

Participou da fundação do PPS (Partido Popular Socialista) nesta cidade e posteriormente filiou-se ao PC do B, o partido comunista do Brasil.

Foi homenageada com o título de “Cidadã Araraquarense” através do Decreto Legislativo nº 460 de 05/04/2002.

 

OTTO ERNANI MÜLLER

Ver 2ª legislatura.

 

PAULO DE ARRUDA CORRÊA DA SILVA

Ver 1ª legislatura.

 

PEDRO EVARISTO SCHIAVON

(Porto Alegre)

Radialista.

Iniciou sua carreira de radialista em 1950 na PDR-4 – Radio Cultura de Araraquara que ficava no galpão da fábrica das Meias Lupo.

Foi jogador na ADA, Associação Desportiva Araraquarense como Meio-campista.

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

 

ROBERTO PEREIRA MARCHESONI

Ver 1ª legislatura.

 

ROMEU PIKEL

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

Tomou posse em 12/08/1957.

Em 1955 doou para o município terrenos de sua propriedade localizados em um loteamento da Av. Bandeirantes.

 

RUBENS ALVES DE OLIVEIRA

Foi suplente convocado apenas na 3ª legislatura.

Foi homenageado denominando via pública do município através do Decreto Municipal nº 4332 de 12/09/1980.

 

CONHECE ALGUM DOS NOSSOS EX-VEREADORES? QUER COLABORAR COM O MEMORIAL DA CÂMARA MUNICIPAL? CLIQUE AQUI E SAIBA COMO.

 

Compartilhe

Leave a Reply